Emi Luara

O que são as permissões dos aplicativos?

Ao instalar a maior parte dos aplicativos atuais, o usuário recebe uma lista de permissões do app para aceitar. Essas permissões podem ser regulares para o uso do serviço ou arriscadas para o funcionamento do seu sistema e da sua privacidade.

Pensando nisso, nós, da Claro, selecionamos as permissões mais importantes e o que cada uma delas significa. Se interessou? Então, vem com a gente!

Vá direto ao tópico de seu interesse:

Configurações gerais

Em algumas versões dos sistemas operacionais, o download é realizado mesmo que você não aceite todas as permissões impostas, em outras é necessário se adequar a todos os termos selecionados. Para economizar tempo e trabalho, é possível visualizar as permissões após a instalação do aplicativo. Para isso, basta seguir os passos abaixo:

  1. Acesse as configurações;
  2. Selecione Aplicativos;
  3. Clique no nome do app desejado;
  4. Entre em Permissões.

Após a instalação, algumas permissões podem ser retiradas. A atividade depende das necessidades do app e da versão do seu aparelho. É o caso das seguintes permissões:

  • Calendário;
  • Câmera;
  • Contatos;
  • Sensores;
  • Microfone;
  • SMS;
  • Armazenamento;
  • Localização;
  • Telefone.

Permissões regulares

Os aplicativos geralmente oferecem opções de acesso a configurações regulares, que não trazem problemas de funcionamento ao dispositivo. Essas permissões, em maioria, não facilitam o acesso de má-fé ou invasão à sua privacidade. Entretanto, é importante ler e entender o que cada uma delas significa antes de aceitar. Abaixo, as principais delas.

Conexões Bluetooth

Os aplicativos de transmissão sem fio exigem a permissão de acesso às conexões Bluetooth, isso porque eles transferem seus arquivos através dessas conexões. Além disso, também encontram outros dispositivos a serem pareados.

Essa permissão é inofensiva na maior parte das vezes, entretanto você deve se atentar às condições do app e avaliações de outros usuários, para se certificar da sua segurança.

Status e acessos

A permissão de status e acessos à rede possibilita a informação do tipo de conexão que está sendo realizada. É o caso de conexão Wi-Fi, 4G e assim por diante.

É importante prestar atenção às permissões que podem ver informações sobre a sua rede Wi-Fi ou interferir na conexão utilizada.

Instalação de Packages

Essa permissão consiste na instalação de outros apps. Em outras palavras, pode ser uma opção para lojas alternativas, que te encaminham a outros destinos.

Usar sensor biométrico

O uso de sensor biométrico permite que o app use o hardware de impressão digital. Dessa forma, preste atenção em relação ao acesso de senhas, segurança e privacidade.

Configurações de sincronização

Essa permissão possibilita que o app tenha acesso às suas informações de sincronização de dados, como Gmail e redes sociais. Sabendo, assim, se elas estão ativadas ou não.

Eliminar processos de fundo

Ao eliminar processos de fundo, o app ganha o poder de parar o funcionamento de outros apps. Sendo assim, se atente à perda de dados ou de funções em segundo plano.

Desabilitar Keyguard

O termo Keyguard faz menção às suas informações de tela de bloqueio. Logo, suas senhas, padrões, sensores e PINS podem ser desabilitados caso não estejam configurados em segurança adequada.

Instalar atalho

A partir dessa permissão, o app pode instalar um atalho de si na tela inicial ou menu do dispositivo móvel.

NFC

Essa configuração permite a ativação ou desligamento do NFC. Contudo, é preciso ter certo cuidado, já que a conexão NFC pode ser usada para pagamentos móveis.

Além das permissões acima, que precisam de maior atenção, há configurações consideradas mais inofensivas. Tais como:

  • Configurar zona de tempo;
  • Transmitir Infravermelho;
  • Trava de modo ligado;
  • Vibração;
  • Wallpaper;
  • Expandir a barra de status;
  • Configurar alarme;
  • Modificar configurações de áudio.

Permissões arriscadas

Antes de mais nada, vale lembrar que a maioria dos aplicativos continua com funcionamento regular quando as permissões são recusadas ou desativadas. Assim, quando considerar alguma delas abusiva, não se preocupe e desative. No caso de permissão necessária às funções principais do app, o sistema irá alertar que o desligamento da permissão em questão pode prejudicar o funcionamento do recurso.

Algumas permissões são vistas como arriscadas ou perigosas, precisando de cuidado em relação à aceitação. Confira a seguir as principais:

  • Telefone;
  • SMS;
  • Armazenamento;
  • Contatos;
  • Localização (GPS);
  • Agenda;
  • Câmera;
  • Microfone;
  • Sensores.

As configurações citadas podem afetar diretamente seus recursos do dispositivo ou invadir sua privacidade, concedendo acesso a arquivos, informações pessoais e fatores constantes, como tela e voz. Logo, leia sempre cada condição antes de aceitar e lembre-se de desativar após o uso, caso seja necessário.

Recomendações

Para o uso seguro de seu aparelho e aceitação de condições impostas por aplicativos, é importante seguir algumas regras básicas para o uso das permissões. Sendo assim, confira as regras do Google em relação aos desenvolvedores de aplicativos.

Permissões necessárias

O Google recomenda que o usuário utilize apenas as permissões necessárias para o funcionamento do seu aplicativo. Assim, é possível ter acesso ao serviço desejado sem a necessidade de conceder acesso a informações confidenciais ou pessoais.

Permissões das bibliotecas

Ao serem incluídas, as bibliotecas também oferecem os requisitos de permissões. Assim, ao incluir um conjunto de apps, recursos ou arquivos, se certifique das permissões necessárias e as condições de cada uma.

Transparência

Os desenvolvedores devem deixar claro os motivos da solicitação de cada permissão. Em outras palavras, é necessário que o usuário tome sua decisão baseado nas condições e razões indicadas. Logo, as informações podem ser disponibilizadas junto à solicitação, incluindo o tempo de execução, atualização, caixas de diálogo com a permissão e os demais detalhes.

Vem para Claro, preencha o formulário nós ligamos para você!

Acesso explícito ao sistema

Outra recomendação aos desenvolvedores é o fornecimento contínuo de indicações de acesso. Isto é, caso o recurso acesse informações e ferramentas importantes, como arquivos pessoais, câmera ou microfone, isso deve ser explicitado. Assim, os usuários ficam cientes da coleta de dados e informações e a ação não é realizada de forma clandestina, mas com permissão.

Em geral, é importante que o usuário leia todas as permissões do aplicativo com cuidado antes de instalá-lo. Assim pode se certificar que o app desejado realmente precisa das condições ou não. Além disso, leia as avaliações de outros usuários e encontre mais informações.

É possível consultar os desenvolvedores ou a equipe responsável pelo app. Caso as permissões não estejam de acordo com a política de condições, ou até mesmo, deixem dúvidas, entre em contato pela sua loja de aplicativos ou redes de contato.

Por fim, vale lembrar que diversos apps apresentam funções similares. Nesse sentido, o internauta pode utilizar a rede para encontrar alternativas seguras.

E aí, conseguiu entender a importância de ter atenção às permissões dos aplicativos e de entender cada uma delas? Então, fique por aqui! Só na Claro você encontra dicas como essa, explicações, informações sobre seus temas desejados e os melhores planos! Utilize os Planos Claro de internet para baixar seus apps de forma segura e acessível. Fique com a gente!